Jular recebe visita do Ministro do Ambiente

  • Notícias
  • Jular recebe visita do Ministro do Ambiente
A Jular recebeu esta manhã a visita do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

A Jular recebeu esta manhã a visita do Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, no âmbito de um roadshow dedicado à Economia Circular.

O périplo hoje iniciado propõe-se conhecer de perto empresas e projectos nacionais que se destaquem pela aplicação dos princípios da Economia Circular, adoptando modelos de negócio regeneradores e sustentáveis, que rentabilizem os recursos pelo maior período de tempo possível.

Como empresa criadora e produtora de soluções modulares de construção sustentável, a Jular aceitou este convite ao mais alto nível com enorme satisfação. Privilegiando a criação de produtos amigos do ambiente e que contribuam activamente para a diminuição da pegada de carbono, esta visita enche-nos de orgulho e dá-nos uma vez mais a certeza de estarmos no caminho certo, garantindo um futuro mais sustentável para as próximas gerações.

Fonte: Eco.nomia

 

O encontro iniciou-se com uma breve exposição técnica, a que se seguiu a visita às casas modulares Treehouse, passando pelo gabinete técnico e terminando na área fabril.

Fonte: Eco.nomia

 

Integralmente construídas com madeira, a matéria-prima mais amiga do ambiente, as soluções modulares desenvolvidas pela Jular possuem um ciclo de vida aumentado. Após a compra e utilização para habitação permanente, é possível alterar o seu uso, transformar o layout ou transportar os módulos para outra localização.

A reciclagem é o denominador comum dos materiais utilizados nas construções modulares Jular. Quando a reutilização já não é viável, uma grande parte do produto pode ser convertida em matéria-prima para outras unidades fabris, diminuindo a utilização de novos recursos e dando origem a outros produtos em madeira, como painéis de partículas, pavimentos, carvão vegetal, pellets, biomassa, entre outros.

A aplicação dos princípios da Economia Circular proporciona benefícios evidentes ao nível económico, ambiental e social. No fundo, não é mais do que a aplicação prática do conhecido princípio de Lavoisier: Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.

 

Leia também as referências a esta visita, em expresso.sapo.pt e em dn.pt.